A Infovia está entre os grandes projetos que consolidam a ideia de uma Canoas cada vez mais Inovadora. Ela já está interligando, através de fibra ótica, uma rede de multisserviços, integrando dados de secretarias da administração, além de escolas, postos de saúde e monitoramento de segurança em toda a cidade, qualificando e dando agilidade ao serviço público.  Uma das pontas dessa Infovia é o Canoas Wifi. O sistema que possibilita acesso livre e democrático à internet já possui mais de 11 mil usuários cadastrados, com uma média de 150 novos usuários ao dia. Atualmente, está disponível na Praça da Bandeira e na Praça da Emancipação, além de poder ser acessado em alguns prédios da administração pública e nas suas proximidades.

No próximo dia 14 de março, a partir das 14h, no saguão do Paço Municipal (rua XV de Janeiro, 11), o Canoas Wifi  ganhará lançamento oficial, quando será apresentado pelo Canoastec (Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas), órgão que tem a responsabilidade de gerenciar e assessorar o Executivo em relação à tecnologia da informação e comunicação. Logo depois, acontece o Ágora em Rede, ferramenta de participação, com o prefeito Jairo Jorge atendendo via internet os questionamentos dos cidadãos.

Mais dois pontos de Wi-Fi estarão sendo entregues em março, com os parques Eduardo Gomes e Getúlio Vargas (Capão do Corvo). A ideia é estar presente em todas as grandes praças e parques da cidade, proporcionando internet de qualidade a todo o cidadão. O Canoas Wifi também estimula o acesso aos serviços disponibilizados pela Prefeitura Municipal de Canoas. A possibilidade de acesso fácil e gratuito ao serviço de internet se transforma num facilitador da vida do cidadão. Com o acesso no seu smartphone, tablet ou computador, qualquer pessoa pode acessar uma rede de serviços e de informações disponíveis pela administração pública. Do Portal da Transparência, com acesso aos gastos públicos, aos horários e linhas do transporte coletivo, através do aplicativo CanoasMobi; do cadastro para uma colocação profissional, com o Banco de Oportunidades, a inscrição para os cursos dos Territórios Digitais, sem contar o acesso às notícias, agenda, vídeos e áudios no portal da Prefeitura Municipal. Também com um aplicativo, é possível ouvir a Rádio Canoas On Line, com música e informação de qualidade. O acesso ao Canoas Wifi pode ser obtido após o reconhecimento da rede no smartphone ou computador e preenchimento de um cadastro básico.

“A previsão de investimentos em tecnologia no período 2015-2016 do projeto da Infovia da Prefeitura e Canoas é de R$ 21,9 milhões, incluindo redes de fibra ótica, Datacenter, equipamentos de rede, armazenamento e processamento de informações. Destes, aproximadamente, R$ 12 milhões já foram executados. Estes investimentos visam melhorar a disponibilidade, qualidade e agilidade nos serviços públicos e o acesso do cidadão”, comenta José Eduardo Bueno de Oliveira, presidente da Canoastec.

 

Internet livre: realidade possível

A ideia de uma internet não apenas livre, mas de qualidade, não é uma utopia. E a inclusão digital não passa apenas pelo acesso a computadores ou outras plataformas. Ela se mostra muito mais eficaz e realista proporcionando acesso à informação, ampla e irrestrita e sem custos ao cidadão. Muitas organizações e governos defendem a internet livre tendo, por base, justamente a sua criação: um espaço colaborativo e transparente.

O Banco Mundial divulgou, no ano passado, a taxa de população conectada, que vem aumentando exponencialmente. No Brasil, hoje, esse índice chega a 57%, enquanto França e Holanda já estão em 90%. Em 2014, o presidente norte-americano Barack Obama defendeu a neutralidade da rede, por tratar-se de um serviço de utilidade pública. “Não podemos permitir aos provedores de acesso que limitem o melhor acesso (à rede) ou que escolham quem ganha e quem perde no mercado online para serviços ou ideias”, disse o Obama.

Experiências exitosas pelo mundo, e muitas no Brasil, têm contribuído de forma decisiva na ideia de que o acesso à internet também esta entre os direitos de todo o cidadão. No Brasil, segundo dados do IBGE, perto de 1.500 dos 5.570 municípios brasileiros oferecem algum tipo de acesso livre à internet. Canoas se insere nesse contexto, oferecendo internet de qualidade, a custo zero, a todos os cidadãos e a que estiver de passagem pela cidade, se juntando a cidades como São Paulo, Recife, Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro, que estão expandindo seus acessos.

Em Canoas, o processo de informatização na administração pública praticamente começou do zero a partir de 2009. Ao longo dos últimos sete anos, foi construída uma política de governo voltada a transformar e dar, aos cidadãos, acesso ágil e de qualidade aos serviços públicos. Essa política passa, obrigatoriamente, pela construção de uma rede interligada, hoje com base no que há de mais moderno na implementação de fibra ótica. As ações de governo, os processos internos, o acompanhamento de demandas do cidadão, unificação dos sistemas na Saúde e Educação e outros procedimentos também estão nessa política de governo. 

E o Canoas Wifi se insere nesse grande projeto de inclusão e democratização da internet permitindo acesso à informação de forma gratuita, indiscriminada e participativa.

Fonte: Prefeitura Municipal de Canoas