Com investimento de R$ 21,8 milhões, a construção das sedes para instalação do Cluster Industrial Tecnológico em Canoas iniciará em 2016.

Foi publicado no Diário Oficial do início do mês as vencedoras da Chamada Pública: Digistar Telecomunicações S/A, Exatron indústria Telecomunicações Ltda, Logmaster Tecnologia Ltda, Novus Produtos Tecnologia Ltda, TCS Indústria de Componentes de Comunicação e Sistemas de Segurança Ltda, e Victum Eletro Eletrônica Ltda.

O Cluster Tecnológico agregará empresas de ponta do segmento de eletroeletrônicos, automação e controle para desenvolver produtos e serviços de inovação, e promoverá a integração com instituições de ensino para o trabalho de pesquisa dessas tecnologias.

Esta é a primeira etapa para a constituição do Parque Canoas de Inovação (PCI), situado na Fazenda Guajuviras, que será composto também por espaços voltados para inclusão social por meio de programas de qualificação profissional, projetos de tecnologia social assistida e ações de sustentabilidade; promoção de serviços especializados para as empresas, as indústrias e a comunidade; para formação e qualificação de pessoas, núcleos de universidades, laboratórios e centros de P&D, e meio ambiente.

"Mais uma etapa vencida no processo de instalação do Cluster Tecnológico. Temos plena convicção de que as empresas selecionadas e habilitadas pela comissão julgadora primam realmente pela tecnologia e inovação", destacou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Mário Cardoso. Ele adiantou que neste mês deverá ser lançado edital para execução da primeira fase do Parque Canoas de Inovação, que engloba os 17 hectares de infraestrutura e loteamento.

Comissão

A Comissão especial do Cluster que aprovou as seis empresas é composta por integrantes das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Habitação, Escritório de Arquitetura e Engenharia, Canoastec, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Ulbra, La Salle e Uniritter.

Fonte: Prefeitura Municipal de Canoas.